Renovação Adiantamento Fies

Antes de falarmos da Renovação Adiantamento FIES, é importante saber que muita gente tem o objetivo cursar o ensino superior, e um dos recursos que podem ajudar ao estudante tornar este objetivo possível, é o FIES – Financiamento Estudantil. É um programa onde as mensalidades da faculdade são pagas pelo Governo, e depois de formado o estudante faz o reembolso através de prestações, para os que já usufruem do benefício devem ficar atento quanto a renovação do adiantamento Fies.

Renovação Adiantamento FiesDesde dezembro de 2014, as regras para conseguir um contrato com o FIES mudaram, sendo que os critérios ficaram mais rigorosos: há uma nota mínima a ser tirada no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), há limite no reajuste das mensalidades e o prazo para se cadastrar foi encurtado.

Para as pessoas que conseguiram o financiamento, há a necessidade de renovar esse contrato a cada seis meses. Esse processo, também chamado de aditamento, é a recontratação do FIES. Para realizar a recontratação, deve-se entrar no Sistema Informatizado do FIES (SisFies) e fazer um cadastro.

Renovação Adiantamento Fies – Prazo

É preciso ficar atento para não perder o prazo do aditamento. Em 2015, o prazo se encerrou no dia 20 de julho, mas os que não o fizeram poderão realizá-lo no segundo semestre, a partir do dia 03 de agosto. Há dois tipos de aditamento do FIES: o simplificado e o não simplificado. No aditamento simplificado não há nenhuma alteração no contrato feito. Já no aditamento não simplificado há alguma mudança nas cláusulas contratuais.

Após um prazo de até 20 dias depois da solicitação da Comissão Permanente de Supervisão de Acompanhamento (CPSA), o estudante precisará informar o CPF e a senha cadastrada. Se os dados estiverem corretos, o aluno deve se dirigir a CPSA a fim de retirar o DRM (Documento de Regularidade de Matrícula) assinado pelo presidente ou vice-presidente da CPSA.

Renovação Adiantamento Fies – Tutorial e Vídeo

Sobre o FIES

O FIES é uma grande ferramenta para ingressar no curso superior. Contudo, é preciso se certificar de que há enquadramento nos requisitos para conseguir o contrato e, depois de o contrato feito, não se pode deixar de fazer o aditamento ou renovação a cada seis meses. Vale a pena ficar atento aos prazos e às notícias relacionadas ao programa.

Juros Fies: Valor, Reajuste

Juros Fies: Valor, Reajuste. Desde que o Fies foi lançado em 1999 até 2006 os juros anuais eram de 9%, porém como era um programa de incentivo ao estudo visando sempre o menor valor para o estudante em outubro de 2006 foi abaixado para 3,5% até 6,5%, este valor foi mantido até agosto de 2009. Então desde março de 2010 até hoje a taxa não passava de 3,4%.

Ajuste Juros FIES

A nova regulamentação houve novamente um ajuste para 6,5% ao ano. A justificativa do governo é que estão em busca de sustentabilidade e estabilidade financeira do serviço para que novos alunos futuramente possam ser inseridos no incentivo, para isso é necessária um contribuição maior por meio dos alunos. Além disso estão em busca de o reajuste seguir a atual situação financeira do país.

Juros Fies

Outra mudança foi no teto familiar do aluno que pode ingressar no programa, antes a família poderia ter até 20 salários mínimos para sustentar a residência, no momento diminuiu para 2,5 salários mínimos por pessoa da casa.

  • Veja Também: Saiba mais sobre o SisFies

Reajuste Fies

A explicação da diminuição é que o programa é para famílias de baixa renda, e subentende-se que uma família com 20 salários pode tranquilamente arcar com a responsabilidade do ensino superior. Em estudo foi comprovado que mais de 90% da população está dentro da nova regra.

Uma outra regra é que a instituição que aceitar o fies deve proporcionar ao aluno 5% de desconto na mensalidade, antes o estudante pagava o valor mais baixo que a instituição proporcionava ao curso escolhido. A explicação é que esta é uma forma de controlar um pouco o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), com esta nova medida foi gerado mais 3 mil vagas para novos estudantes.

Juros FIES – Sobre o Programa Fies

Hoje o Fies – Financiamento Estudantil – é bastante recorrido para estudantes de baixa renda que não conseguiram o desconto necessário pelo Enem, dificultando o ingresso ao ensino superior. O estudante tem até 3 vezes a duração do curso para terminar de pagar o financiamento, que antes era de apenas 2 vezes. Ou seja, se o estudante faz engenharia (um curso de duração de 5 anos), tem até 15 anos para terminar de pagar.

Limites de Vagas Fies

Todos os semestres o programa Fies libera diversas vagas para os alunos da rede privada de ensino superior, esta é a forma de alunos carente completarem seus estudos e estarem prontos para o mercado de trabalho. Porém há um limite de vagas Fies.

O financiamento estudantil é a melhor forma nos dias de hoje para concluir o ensino superior. Diversas instituições já aderiram ao programa desde a sua criação em 1999 no governo do então presidente FHC. O programa abrange qualquer curso da rede privada de ensino superior, apesar se algumas regras instituídas desde o primeiro semestre deste ano (priorizando cursos de licenciatura, engenharia e área da saúde).

Limites de Vagas Fies

Benefício Fies: Como conseguir?

O aluno deve entrar no site do programa e fazer o pedido de financiamento, é preciso de um fiador para que se tenha uma caução caso o aluno não consiga quitar o financiamento no prazo estipulado (até 3 vezes da duração do curso). Os juros também modificaram este ano, foram de 3,4% ao ano para 6,5% ao ano.

As instituições tem limites de vagas para alunos financiados, valor este que é estipulado pelo MEC. As instituições com notas 4 e 5 tem prioridade na liberação do financiamento estudantil, e as instituições tem de oferecer 5% de desconto para os alunos do programa, assim o governo federal vê uma forma de economizar o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) proporcionando assim mais vagas para novos estudantes.

Novas regras do FIES

As novas regras abrangem também estudantes beneficiados pelo Prouni, sendo que o financiamento pode ser usado para completar o valor do curso, já que é fornecido financiamento de 50% ou 100%. Os estudantes solicitantes tem de ter o Prouni mesmo caso queira financiamento de 100%, tendo de ter obtido mais de 450 pontos na prova e não ter zerado na redação.

É a melhor forma nos dias de hoje de ingressar no ensino superior e mais e mais estudantes estão recorrendo ao Fies, só assim para garantir um futuro de conforto, segurança e qualidade de vida. As inscrições começam dia 3 de agosto e duram 3 dias (até o dia 6 de agosto).

Mestrado Fies

Mestrado Fies. Uma novidade do Fies para este ano é o financiamento estudantil para quem deseja fazer mestrado. A modalidade era muito procurada, por este motivo serão liberadas mais de 30 mil bolsas de estudos pelo Brasil inteiro em 170 instituições de ensino.

O critério principal para a liberação é a instituição que se deseja curso deve ser credenciada pelo MEC.

Mestrado Fies

FIES Mestrado

A novidade não abrange cursos a distancia e nem graduações latu sensu e funciona da mesma forma que para as graduações de bacharelado e licenciatura. O estudante precisa acessar ao site do Fies e fazer seu cadastro, após a liberação e comprovação de dados o estudante paga apenas uma taxa de manutenção de R$50,00 a cada três meses. O estudante tem até 18 meses para começar a pagar e até 3 vezes a duração do curso para quitar o financiamento.

É importante verificar previamente se a instituição que o estudante quer participar está credenciada ao MEC e se já aderiu ao novo programa. Mais uma vez, o governo federal está em busca de auxiliar estudantes de baixa renda a concluírem seus estudos e garantir um futuro melhor para ele e sua família.

FIES Novas Regras

Com as novas mudanças das regras do programa, o fies está em busca de beneficiar mais e mais estudantes da rede privada de ensino superior, em busca de formar profissionais capacitados e esta é a chance de muitos fazerem seu mestrado.

O novo regulamento prioriza intuições com media 4 ou 5 no MEC e estudos para professores (e futuros professores), área da saúde e engenharia. Além disso a região Norte, Nordeste e Centro Oeste também recebem privilégios.

O estudante pode solicitar o financiamento a qualquer momento dos estudos e pode parcelar o valor total no final do curso. No próprio site do fies possui todas as informações necessárias para o estudante e o passo a passo para conseguir o beneficio.

Fies Guia de Estudante

O programa do Fies – Financiamento Estudantil – foi criado no ano de 1999, com intuito de ajudar jovens com pouca ou nenhuma condição de pagar por uma mensalidade de um curso superior, a financiar o estudo. Fies Guia de Estudante – Com o financiamento o estudante pode terminar os estudos tranquilamente e tem até 18 meses para começar a pagar e até 3 vezes o tempo do curso para quitar. Por exemplo, se é um curso de engenharia (que na maioria das vezes demora 5 anos para conclusão), o estudante tem até 15 anos para quitar a dívida.

Fies Guia de Estudante

O programa passou por uma reformulação no ultimo ano e contou com algumas mudanças para melhor, é claro! O estudante morador (ou que deseja estudar) da região Norte, Nordeste e Centro Oeste tem prioridade na liberação do financiamento. Além disso os juros são de apenas 6,5% ao ano.

Solicitar Benefício Fies

Basta acessar ao site do Fies, preencher os formulários lá propostos com informações socioeconômicas e da instituição, além disso é possível escolher o financiamento de 50% ou 100% do valor do curso. Após o preenchimento basta aguardar a liberação vinda pelo MEC e pela instituição de ensino.

Após a liberação pelas instituições é preciso comprovar os dados dispostos nos formulários, com a nova regra, a renda familiar do estudante não pode ultrapassar 2,5 salários mínimos per capita da residência. Todo semestre é necessário o processo de aditamento, uma espécie de renovação de contrato, e o estudante só precisa arcar a cada 3 meses o pagamento de uma parcela de manutenção de apena R$50,00, abatidos do valor final do curso.

Como funciona o benefício Fies?

O beneficio pode ser solicitado a qualquer momento do curso e pode ser rescindido também. Para estudantes que possuem bolsa parcial pelo Prouni, também podem solicitar o beneficio para completar o valor do curso. O estudante que pretende fazer o programa, solicitando 50% ou 100% o aluno precisa ter feito a ultima edição do Enem, ter tirado mais de 450 pontos na prova e não ter zerado na redação.

Fies 2015: Problemas, Perguntas e Respostas

Fies 2015

Fazer uma faculdade é o sonho de muitas pessoas e para ajudar na realização desse sonho uma opção é o FIES (Programa de Financiamento Estudantil). Esse recurso tem como finalidade pagar os estudos universitários, sendo que o estudante reembolsará o Governo depois de formado. Contudo, várias pessoas vêm enfrentando problemas com o financiamento e suas novas regras.

Fies 2015: Problemas, Perguntas e Respostas

Até 2014, os critérios para conseguir o FIES eram menos rigorosos. Porém, em dezembro do mesmo ano, o Ministério da Educação (MEC) fez algumas mudanças: há uma nota mínima a ser tirada no Exame Nacional do Ensino médio (ENEM), o prazo para se cadastrar no programa encurtou e há um limite no reajuste das mensalidades da faculdade.

Fies 2015 – Problemas com a Renovação

Um dos problemas comuns relatados pelas pessoas que tentavam se cadastrar ou renovar seu contrato era o fato de a página não carregar. Uma das dúvidas a esse respeito era: o que fazer?  Na verdade, a opção é esperar. Por conta desse problema, prazos foram prorrogados e o MEC garantiu que todas as renovações seriam feitas.

Fies 2015 – O que é o Erro m321?

Outra pergunta possível é: o que é o erro “m321”? Esse erro significa que o campus no qual o estudante se cadastrou para estudar está lotado, ou seja, é necessário escolher outro campus. Isso acontece por conta das notas: cursos com nota 5 têm atendimento pleno, com todas pedidos de contrato serão aceitos. Cursos com nota 3 ou 4, não.

Fies 2015 – Todas as solicitações são aceitas?

Uma das perguntas que podem ser feitas é: todas as solicitações de contrato são aceitas pelo FIES? A resposta, infelizmente, é não. Nem todos os contratos possuem aceitação. Cursos com notas 1 e 2, desde as antigas regras, não são aceitos pelo FIES.

Para as pessoas que pretendem se inscrever no programa, vale a pena deixar claro que é essencial obter uma boa nota no ENEM. Além disso, escolher cursos com nota 5 dá mais garantias de que o contrato será aceito. É necessário se cercar de todos os lados e garantir que se está completamente dentro dos critérios para se conseguir o financiamento.

Fies Cursos 2015

O Fies surgiu como iniciativa do Governo Federal em parceria com o MEC para a utilização do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) para auxiliar estudantes de baixa renda a completarem o ensino superior. O financiamento pode ser acionado a qualquer momento do curso.

Estudantes que possuem o programa Prouni também podem usufruir do financiamento para completar a mensalidade do curso, desde que seja utilizado para o mesmo fim, mesma instituição e curso. O financiamento é possível de 50% a 100% do valor total, mediante a comprovação de renda.

Fies Cursos 2015

É possível pedir para qualquer curso e em qualquer semestre, mas segundo as novas regras estipuladas no final de 2014, que entraram em vigor no primeiro semestre de 2015, o programa está dando prioridade para cursos como licenciatura (para professores), engenharia e cursos voltados para a área da saúde. Como também estudantes das regiões Norte e Nordeste. Cursos com nota 4 e 5 também são prioridade.

Fies Cursos 2015

Serão cerca de 60 mil vagas distribuídas por toda a rede de ensino superior privada a disposição de todos os alunos das instituições. Devido as novas regras o estudante interessado no financiamento deve ter participado do Enem anterior, ter nota superior a 450 pontos e não ter zerado na redação.

Como solicitar o FIES?

O estudante deve acessar ao sistema do fies e preencher o cadastro, após demonstrar interesse o estudante deve aguardar a validação por parte do sistema e da instituição. Após resposta afirmativa o candidato deve declarar e comprovar todos os dados apontados no momento do cadastro.

Após a conclusão do curso o estudante tem o prazo de até 18 meses para quitar a divida que após o reajuste passou de 3,5% ao ano para 6,5% de juros por ano. Ainda há a facilidade de parcelar a divida total, já que o programa de financiamento disponibiliza até 100% de financiamento do custo do curso.

As inscrições começam dia 3 de agosto e vão até o dia 6. Estudantes que já são beneficiados pelo programa e não conseguiram fazer o aditamento no primeiro semestre deste ano terão a chance de faze-lo agora, estima-se que mais de 100 mil estudantes estão nesta condição.

Fies 2015: Novas Regras

Fies 2015: Novas Regras. Fies é o financiamento estudantil que qualquer estudante da rede privada de ensino pode recorrer como forma de terminar os estudos e só pagar as parcelas depois de formado, o estudante tem até 2 anos para a quitação. O financiamento pode ser solicitado a qualquer momento do curso.

É uma iniciativa do governo federal com o MEC, assim usando o fundo do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e é a melhor forma atual para concluir os estudos na rede privada de ensino.

Fies 2015

Fies 2015: Novas Regras

No ano de 2014 foi realizado um conselho, visando melhorar e modificar algumas das regras dentro do sistema de financiamento, medidas que foram adotadas a partir do primeiro semestre de 2015. A partir de agora o estudante que tiver 50% da bolsa pode fazer o pedido do fies, porém precisa ser para a mesma instituição e curso.

O estudante deve entrar no site do programa FIES e realizar o cadastro no sistema. Após o preenchimento completo, cabe a instituição avaliar a possibilidade da liberação do financiamento com a comprovação de renda e documentos listados no próprio portal de ensino.

Estudantes que não tiver bolsa parcial também pode fazer o pedido, afinal o financiamento está disponível para até 100% do valor do curso. E não é preciso ficar preocupado jovem estudante, desde 2012 não é preciso ter o nome limpo para que possa participar do sistema, neste caso só é preciso de um fiador para que a instituição aceite.

As vezes é complicado achar alguém que possa satisfazer os requisitos, o estudante pode optar pelo fiador solidário, onde várias pessoas comprovam a renda e podem ajudar nesta jornada ao ensino superior. Basta no momento da inscrição assinalar a opção “Fiador solidário”.

Requisitos Fies para o Benefício

É necessário que o interessado no financiamento tenha participado da ultima edição do Enem, ter ao mínimo alcançado a nota mínima de 450 pontos e não ter zerado a redação. Atualmente o sistema está dando prioridade para formações voltadas para professores, engenharia e profissionais para a área da saúde. Interessados da região Norte e Nordeste também tem prioridade.

Inscrições Fies 2015: Segundo Semestre

As inscrições do FIES 2015 segundo semestre estarão sendo iniciadas a partir do mês de agosto de 2015. O FIES é a chance do estudante que não tem condições de arcar com o valor da mensalidade de um curso do ensino superior, a ingressar ou continuar no ensino superior. Caso o estudante queira entrar em alguma faculdade ou universidade particular pode recorrer ao sistema de financiamento estudantil, pois para os que atendem as regras do programa conseguem financiar até 100% da mensalidade.

O estudante tem duas chances de conseguir o financiamento, no começo e no meio do ano, basta acessar ao sistema online e fazer o cadastro. A faculdade também tem que estar dentro do programa e aceitar o financiamento. O programa foi criado pelo MEC como meio de incentivo aos estudos dos interessados de concluir o ensino superior.

Inscrições Fies 2015

Como se cadastrar no FIES?

Após o cadastro no site o estudante tem que aguardar a validação da CPSA e só depois disso é que a contratação estará disponível para o estudante. O financiamento é muito procurado por estudantes de baixa renda, em sua maioria é a única forma de concluir os estudos, sendo que o estudante tem até dois anos após a conclusão do curso para quitar o financiamento, e os juros mensais e anuais são bem mais baixos que os comuns, facilitando ainda mais o parcelamento.

Para o estudante poder participar do financiamento é necessário ter participado na edição anterior do Enem, uma outra forma de ingressar ao ensino superior, porém com bolsas de 50 ou 100% para faculdades particulares, sendo que no final do curso não é necessário o pagamento.

Inscrições FIES Segundo Semestre

Para o 2º semestre de 2015 o sistema de inscrições começa agora no dia 3 de agosto, esta edição será um pouco diferente das anteriores. O sistema é parecido ao já utilizado pelo sisutec e a nota do Enem 2014 também entrará no sistema de triagem. Para participar tem de ter tirado mais de 450 pontos na prova e não ter zerado a redação.

Já estudantes que não fizeram o Enem anterior também pode participar, neste caso a triagem será feita através da renda per capita. A primeira chamada será realizado no dia 10 de agosto. Os estudantes não selecionados terão que manifestar interesse de participar da lista de espera e acompanhar o site para maiores informações.